Ativar Acessibilidade Ativar Acessibilidade

Linfomas Cutâneos de Células T (LCCT)

Oncologia-LCCT_1600x714


Os linfomas cutâneos de células T são um sub-tipo raro de linfoma periférico de células T, um tipo de glóbulos brancos, que tem início na pele. No entanto, não é classificado como cancro de pele porque as células cancerígenas têm origem nos linfócitos T, um tipo de glóbulos brancos.1,2
Existem vários tipos de LCCT, sendo a micose fungóide (MF) e a síndrome de Sézary (SS) os mais comuns.1
Apenas uma minoria de pessoas com LCCT desenvolve doença avançada, com formação de tumores, ulceração, envolvimento de nódulos linfáticos, sangue e outros órgãos internos.2
A maioria das pessoas tem linfomas indolentes, ou seja, que se desenvolvem lentamente e que são tratáveis, mas não curáveis, e geralmente não ameaçam a vida.1,2

 

Última atualização: Janeiro 2022

C-ANPROM/PT/CORP/0269, Janeiro 2022

 

Referências

  1. Dana Faber Institute (https://www.dana-faber.org/cutaneous-skin-cancer-treatment-center/, acedido em janeiro 2022)
  2. Cutaneous Lymphoma Foundations (https://www.clfoundations.org, acedido em janeiro 2022)