Ativar Acessibilidade Ativar Acessibilidade

Áreas Terapêuticas

De forma a maximizar o impacto da nossa inovação, estamos focados em  3 áreas terapêuticas - Oncologia, Gastrenterologia, Doenças Raras Hereditárias e Hemofilia & Plasma. Além disso, pretendemos continuar a desenvolver a nossa abordagem de saúde a nível global através das vacinas.

Sistema Nervoso Central (SNC)

As doenças do SNC são condições complexas e multifacetadas que afectam a saúde mental. Nós procuramos fornecer novas terapias para pessoas com doenças psiquiátricas e neurológicas, assim como doenças raras do SNC que carecem de opções terapêuticas adequadas. 

Gastroenterologia

Durante mais de 25 anos a Takeda tem-se focado em melhorar a vida dos doentes através de medicamentos inovadores e de programas de apoio a doentes na área da gastroenterologia (GI). A Takeda é líder em áreas da GI com grande necessidade, tais como a doença inflamatória do intestino, úlcera péptica, e doença de refluxo gastro-esofágico.

Oncologia

Nós procuramos fornecer novos medicamentos a doentes com cancro em todo o mundo, através da nossa dedicação à ciência, inovação e paixão por melhorar a vida dos doentes. É este foco particular que conduz o nosso desejo de descobrir e desenvolver novas terapias oncológicas. Visite takedaoncology.com para mais informação.


Visite takedaoncology.com 

Vacinas

As vacinas transformaram a saúde pública a nível global. A nossa equipa de excelência tem procurado as áreas de maior necessidade para desenvolvimento de novas vacinas contra doenças infecciosas, usando plataformas inovadoras e colaborando com parceiros líderes nesta área.

Doença de Fabry

fabrydisease.png

A doença de Fabry é causada pela deficiência ou ausência de uma enzima, a alfa-galactosidade A, responsável pela degradação de certos lípidos (gorduras) no corpo. As substâncias que não são degradadas, devido à falta desta enzima, acumulam-se no organismo do doente e causam diversos sinais e sintomas. Caso o doente permaneça sem tratamento, órgãos vitais como rim, coração e cérebro começam a apresentar problemas, com consequências geralmente graves e, em alguns casos, fatais.

SABER MAIS

Doença de Gaucher

codykoltengaucherdisease.png

A doença de Gaucher faz parte de uma família de doenças genéticas chamadas doenças de depósito lisossomas. Os sinais e sintomas da doença de Gaucher são decorrentes da acumulação de glicocerebrosídeo nos lisossomas. O glicocerebrosídeo é uma substância gordurosa que normalmente é degradado nos lisossomas, organélos celulares onde são degradadas substâncias que precisam ser eliminadas. A acumulação desse material deve-se à falta de uma enzima, que é um tipo de proteína. As partes do corpo mais afetadas são o baço, o fígado, os ossos e o sistema nervoso central (SNC).

SABER MAIS

Síndrome de Hunter

huntersyndrome.png

Síndrome de Hunter, também conhecida como mucopolissacaridose II (MPS II), é uma doença genética rara ligada ao cromossoma X que afeta principalmente o sexo masculino. A Síndrome de Hunter ocorre em aproximadamente 1 em 162.000 homens e é causada por uma deficiência ou ausência da enzima iduronato 2-sulfatase (I2S) o que resulta na acumulação de glicosaminoglicanos (GAGs) nas células em todo o corpo.

SABER MAIS

Angioedema Hereditário

haedayphoto.png

O angioedema hereditário (AEH) é uma doença genética rara, autossômica dominante, o que significa que os pais têm 50% de probabilidade de passar a mutação no gene que causa o AEH para os filhos. O AEH é causado pela deficiência ou função inadequada do inibidor de C1 esterase (C1 INH), uma glicoproteína que age em processos inflamatórios junto aos anticorpos. É a deficiência genética mais comum do sistema imunológico.

SABER MAIS