Takeda no TICAD

A 26 de agosto de 2016, anunciámos com orgulho a nova estratégia da Takeda de Acesso a Medicamentos, durante a 6ª Conferência Internacional de Tóquio para o Desenvolvimento de África (TICAD), em Nairobi, Quénia.
Durante a conferência, anunciámos também novas parcerias com a Universidade de Nairobi, a Elewa Cancer Foundation e a Pan African Heart Foundation. A Takeda organizou também um debate. A conferência contou com a presença do Primeiro-Ministro do Japão, Shinzo Abe e dos diretores da Takeda, Giles Platford, Presidente do departamento de mercados emergentes, e Haruhiko Hirate, Diretor Empresarial de comunicação empresarial e assuntos públicos. 

Debate

Para lançar a nova estratégia de Acesso a Medicamentos, Giles Platford, Presidente do departamento de Mercados Emergentes, e Haruhiko Hirate, Diretor Empresarial de Comunicação Empresarial & e Assuntos Públicos, juntaram-se a alguns dos intervenientes mais importantes da Takeda para debaterem a falta de resposta a necessidades médicas em África, especialmente na área das doenças não transmissíveis.
“Pretendemos criar abordagens sustentáveis para lidar com as várias barreiras que limitam o acesso a de medicamentos para doentes em zonas como a América Latina, Ásia-Pacífico e África Subsariana”, afirmou Giles.

Abertura dos escritórios da Takeda em Nairobi

Como parte da nossa nova estratégia de Acesso a Medicamentos, a Takeda iniciou uma abordagem sem fins lucrativos na África Subsariana. Esta abordagem procura posicionar o Quénia como centro de Excelência (CoE) no diagnóstico e tratamento de doenças oncológicas/hematológicas, e vai resultar numa estreita colaboração com parceiros locais para assegurar a sustentabilidade e longevidade dos nossos esforços em toda a região.

“Para fazer uma contribuição sustentável, a Takeda vai trabalhar ao lado dos governos, ONGs, profissionais de saúde, associações de doentes e comunidades locais em várias parcerias. A abertura dos escritórios em Nairobi é um passo importante para a frente para ajudar a criar essas colaborações e para permitir que os doentes da região ganhem um melhor acesso a medicamentos”, comentou Isabel Torres, Diretora Global do departamento de acesso a medicamentos da Takeda. 

Visita à região de Kajiado

A nova estratégia de Acesso a Medicamentos da Takeda vai centrar-se em aumentar o acesso a alguns dos medicamentos mais inovadores, nas áreas de oncologia e gastrenterologia, bem como vacinas candidatas para doenças transmissíveis, como a dengue e a chikungunya.

Além destas áreas de foco, a Takeda também efetuou uma parceria com a Pan Africa Heart Foundation para fazer rastreios móveis da diabetes e hipertensão, que constituem uma ameaça em crescimento em toda a região à medida que a população de classe média cresce e os estilos de vida evoluem.

Após a conferência TICAD, o representante da Takeda foi de Nairobi à região de Kajiado, uma zona rural a norte de Nairobi, com a equipa da PANAHF, para ver em primeira mão um rastreio, e para perceber a importância de ajudar a diagnosticar a diabetes e a hipertensão nesta região.