Hemato-Oncologia

A hemato-oncologia faz parte da Hematologia relacionada com os processos oncológicos que têm origem nos órgãos responsáveis pela formação do sangue e nos gânglios linfáticos.
Um tumor hematológico (linfoma, leucemia, mieloma, etc) é, portanto, diferente de um tumor sólido (mama, cólon, etc).
Nas últimas décadas a hemato-oncologia evoluiu de forma espectacular, obtendo-se percentagens de cura que não se conseguem noutros tipos de tumores.

A doença de Hodgkin ou linfoma de Hodgkin significa aproximadamente 1% de todos os cancros e 10% de todos os linfomas.
Na Europa tem uma incidência de 3 novos casos por ano por cada 100.000 habitantes. Afeta normalmente os jovens, de entre 15 e 35 anos, ou as pessoas com mais de 55 anos.

Embora de uma forma geral tenha um bom prognóstico, um número reduzido de doentes não se curam com os tratamentos habituais. As opções terapêuticas para estes doentes que recaem são mais limitadas. 
Avançar no conhecimento desta doença e nas opções para melhorar o prognóstico vital destes doentes é um desafio para a comunidade médica e científica.