Ativar Acessibilidade Ativar Acessibilidade

Dia Internacional do Idoso
Quando os sinais do envelhecimento devem ser investigados?

23 de setembro de 2020
  • Os sintomas do mieloma múltiplo (MM) se confundem com sinais do envelhecimento1 e especialista explica quando os indícios devem ser considerados sinais de alerta

São Paulo, 23 setembro de 2020 - No dia 1º de outubro é celebrado o Dia Internacional do Idoso, data instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU), que engloba  mais de 28 milhões de pessoas no Brasil, equivalente a 13% da população do país2. A partir dos 60 anos, homens e mulheres passam a integrar a faixa etária a qual o mieloma múltiplo (MM)3, segundo câncer de sangue mais frequente no mundo4, costuma ser mais recorrente. 

A gravidade da doença está relacionada com a velocidade do aparecimento de sinais e sintomas como: dores ósseas decorrentes de fraturas, anemia, insuficiência renal, fadiga e infecções, que costumam ser confundidos com outras patologias4 e que são comuns com o avançar da idade, retardando o diagnóstico4.

O Dr. Ricardo Helman, hematologista da BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo, explica quando essas evidências devem ser investigadas. “Alguns indícios são sinais de alerta, principalmente, quando acontecem repetidas vezes, como fraturas sem causa evidente, infecções crônicas e persistentes, como sinusite, herpes e infecções urinárias, além de alteração no sangue, como Anemia menor que 10g/dl”, explica o especialista.        

Pesquisa realizada pela ABRALE - Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia envolvendo 200 pacientes com MM revelou que 28% levaram mais de um ano para receber o diagnóstico e que 37% passaram por vários médicos5.

“O que, geralmente, leva essas pessoas a procurar um médico são as queixas de dores lombares e nas costas. O clínico geral, o geriatra e o ortopedista são os médicos mais procurados por conta desses sintomas. Outra porta de entrada comum é pelo nefrologista, já que a doença pode provocar alterações renais”, afirma o Dr. Ricardo Helman. 

Para os pacientes que estão em tratamento, vale ressaltar a importância do envolvimento de uma equipe multidisciplinar. “Apesar da doença não ter cura, o avanço da medicina traz uma nova perspectiva. Olhar para o paciente de forma ampla com cuidados complementares que conte com psicólogo, nutricionista, geriatra, infectologista e fisioterapeuta, por exemplo, pode promover uma melhor resposta ao tratamento e proporcionar mais qualidade de vida”, conclui o especialista.


Sobre a Takeda Pharmaceutical Company Limited

A Takeda Pharmaceutical Company Limited (TSE:4502) (NYSE:TAK)  é uma empresa global baseada em valores e orientada por Pesquisa e Desenvolvimento (P&D). Líder biofarmacêutica, a empresa tem sede no Japão e seu compromisso é trazer uma Saúde Melhor e um Futuro Mais Brilhante para pacientes do mundo inteiro, traduzindo ciência em medicamentos altamente inovadores. A Takeda concentra seus esforços de P&D em quatro áreas terapêuticas: Oncologia, Gastroenterologia, Neurociências e Doenças Raras. Também fazemos investimentos de P&D específicos em Terapias Derivadas de Plasma e Vacinas. Nosso objetivo é desenvolver medicamentos altamente inovadores que fazem a diferença na vida das pessoas, avançando na fronteira de novas opções de tratamento: aproveitamos nosso sistema colaborativo de Pesquisa e Desenvolvimento para criar um pipeline robusto e diversificado para diferentes modalidades. Nossos funcionários também abraçam o compromisso de melhorar a qualidade de vida dos pacientes, trabalhando com nossos parceiros na área da saúde em aproximadamente 80 países e regiões.

Para outras informações, visite https://www.takeda.com


Ketchum Estratégia

Claudia Alves

E-mail: claudia.alves@ketchum.com.br / Tel.: (11) 5090-8918

 

Referências

1. Portal Abrale [Internet],Manual Abrale: Mieloma Múltiplo - Sinais e sintomas. Disponível em: https://abrale.org.br/docs/manual-mieloma-multiplo.pdf. Acesso em 20 de janeiro de 2020.
2. Portal Censo 2020 [Internet], Idosos indicam caminhos para uma melhor idade. Disponível em: https://censo2020.ibge.gov.br/2012-agencia-de-noticias/noticias/24036-idosos-indicam-caminhos-para-uma-melhor-idade.html. Acessado em: 27 de Agosto de 2020.
3. Instituto Oncoguia [Internet], Mieloma múltiplo, câncer raro, que atinge idosos. Disponível em: http://www.oncoguia.org.br/conteudo/mieloma-multiplo-cancer-raro-que-atinge-idosos/10683/42/. Acesso em 20 de janeiro de 2020.
4. International Myeloma Foundation Latin America [Internet], Mieloma Múltiplo: segundo tipo de câncer sanguíneo mais frequente no mundo. Disponível em: https://www.myeloma.org.br/conteudo_detalhes.php?conteudo=eventos&id_conteudo=752. Acesso em 20 de janeiro de 2020.
5. Revista Abrale On-line [Internet], Sintomas x Diagnóstico. Disponível em: https://www.abrale.org.br/revista-online/desafios-do-mieloma-multiplo/. Acesso em: 09 de março de 2020.

 

C-ANPROM/BR/NINL/0009 Set20
Material destinado ao público geral